Arte e técnica moldando os anos iniciais da Casa da Boia

Foram tempos de frenética transformação aqueles primeiros anos da Casa da Boia, então Rizkallah Jorge e Cia.

É certo que as mudanças tecnológicas de hoje tem uma velocidade impressionante, mas a virada do Séc. XIX para o Séc. XX veio igualmente cheia de transformações.

Nesse mundo em mudança vertiginosa de uma sociedade de produção artesanal para as linhas de montagem em escala industrial a Casa da Boia se adaptava entre o “fazer” quase artístico de seu fundador e a necessidade de qualificar sua produção.

Este editorial, escrito pela historiadora Renata Geraissati e pelo também historiador Diógenes Sousa, com base nos documentos do acervo da Casa da Boia, mostra o quanto a qualificação de sua produção e uma visão diferenciada em relação à concorrência solidificaram a empresa nas suas décadas iniciais.

E, no momento em que comemora seus 123 anos de atividades, como a Casa da Boia ainda mantém, em sua essência, a valorização das técnicas de ofício.


Acesse aqui o Editorial em formato PDF