Que se faça a luz!

Ao clicar de um botão, ou até mesmo por um app de celular, hoje acendemos as luzes de nossas casas, dispomos da energia elétrica para a nossa comunicação, alimentação, transporte e para usufruir de praticamente tudo o que a vida urbana nos oferece.

Há pouco mais de cem anos a popularização da energia elétrica transformava a sociedade e impactou nos modelos de fabricação dos bens de consumo.

A Casa da Boia do início do Séc. XX se beneficiou da luz elétrica não apenas comercializando com a própria São Paulo Tramway, Light and
Power Company, companhia responsável pela iluminação pública, quanto no desenvolvimento de toda uma linha de produtos para o lar relacionados à nova tecnologia.

Esta história e as implicações da eletricidade na cidade são o tema de nosso novo editorial, de autoria dos historiadores Renata Geraissati e Diógenes Sousa.

O editorial, em formato PDF, pode ser baixado gratuitamente aqui.